O caminho e o caminhar

sexta-feira, março 18


Adolescente britânica pesa mais de 250 quilos aos 17 anos

8
Aos 17 anos de idade, Georgia Davis é conhecida como a adolescente mais gorda da Grã-Bretanha, ultrapassando a marca dos 250 quilos.

Cerca de dois anos atrás, ela foi notícia porque conseguiu perder quase metade de seu peso em um programa de emagrecimento nos Estados Unidos.
  • Georgia Davis, a adolescente mais gorda da Grã-Bretanha

Quando chegou à Wellspring Academies, na Carolina do Norte, em 2008, ela tinha 15 anos e pesava 210 quilos. Quando saiu de lá, nove meses depois, ela havia perdido 89 quilos.

Mas de volta à sua cidade natal, Aberdare, no País de Gales, ela recuperou todo o peso e ganhou ainda mais, voltando a aparecer nos jornais, desta vez por bater recordes de obesidade.

'Vício'

Em entrevista à BBC, Davis disse ser "viciada em comida" e atribuiu o fracasso em continuar emagrecendo ao fato de que ela foi colocada de volta no "ambiente negativo" de sua casa, onde ela tem que enfrentar vários problemas e lembranças difíceis.

Muitos culparam sua mãe pelo deslize, já que a adolescente foi recebida com um prato de peixe empanado com batatas fritas quando voltou dos Estados Unidos.

Em 2009, Georgia perdeu 89 quilos, passando a pesar cerca de 120 quilos
Mas o porta-voz da ONG britânica National Obesity Forum, Tam Fry, acha que a própria Georgia deveria se preocupar com seu futuro.

"Ela foi um pouco negligente, porque aos 16 ou 17 anos já deveria ser capaz de preparar sua comida e de se esforçar para se exercitar. Em vez disso, ela se desconcentrou e voltou para seus velhos hábitos. É uma pena", afirma ele.

Especialistas dizem que se continuar nesse ritmo Georgia não vai chegar aos 21 anos de idade, já que seu coração, suas articulações e seu sistema circulatório estão sob enorme pressão.

Dificuldades em casa

Davis diz que seu problema com o peso começou depois que seu pai morreu, quando ela tinha cinco anos de idade. A partir daí, a comida passou a ser sua fonte de conforto.

"Eu comia de tudo, qualquer tipo de comida", disse ela em entrevista à BBC.

Pão, leite, coca-cola, batatas fritas, biscoitos de chocolate e bolos eram seus favoritos.

"A comida fazia eu me sentir melhor por um minuto ou dois, mas aí me sentia mal novamente e comia novamente e assim por diante", disse Davis.

"Eu comia praticamente o dia todo"

A adolescente, com a mãe na foto, após perder peso em 2009
Durante o período que passou na Wellspring Academies com uma bolsa oferecida pela instituição - um internato que oferece educação escolar, além de um programa de dieta e exercícios complementado com sessões de terapia cognitiva comportamental - seu consumo de calorias teria caído de 13 mil por dia para cerca 1,2 mil.

"Eu fui tirada do ambiente em que eu vivia, onde tinha todos esses problemas, e fui colocada em um lugar novo (a Wellspring Academies), onde não tinha que lidar com nada daquilo. Tudo era feito para mim, eu só precisava pegar aquilo e usar para meu benefício", disse Davis à BBC.

"Mas aí fui tirada dos Estados Unidos e colocada de volta naquele ambiente onde tinha todos aqueles problemas e aquelas lembranças. Isso sem nenhum treinamento sobre como lidar com isso em casa. Acho que essa foi a principal razão de eu ter voltado para o jeito que eu era antes."
Quando começou a engordar de novo, Davis ficou deprimida, o que segundo ela a fazia comer ainda mais.

Agora, pesando 254 quilos, Davis conseguiu o apoio de uma equipe de nutricionistas e especialistas em exercício no País de Gales, além de estar usando técnicas de hipnoterapia e relaxamento para tentar voltar a emagrecer.

Fonte:http://noticias.uol.com.br/bbc/2011/03/15/adolescente-britanica-pesa-mais-de-250-quilos-aos-17-anos.jhtm

8 comentários:

Anna disse...

nossa que triste a historia dessa menina, espero que ela consiga vencer a obesidade e encontre o proprio caminho.... que se ame mais
bjim flor, bem legal traer essa materia pra gente

Mari ♥ disse...

nooss meu! Que triste... ah espero que ela consiga emagrecer, ñ por beleza, mas pela sua saúde né?

beijos flor
umaaa ótima semanaa!

JOANA CAMPOS disse...

Que isso amiga....fala sério, coitada dessa menina.

Beijos

Waris Dirie disse...

Olá minha querida...

Passando para te desejar um lindo e maravilhos fim-de-semana, mas espero que seja também muito light e regrado.....

Espero que nunca te falte a força de vontade e a persistência, para que possas chegar ao teu objectivo...

Se 'caires'...não desanimes..também faz parte do percurso...e cada vez que 'cais' é sempre aprendizado que ganhas...

Voltarei em breve e aguardo também a tua visitinha lá no meu cantinho, tá???

Se ainda não és minha seguidora, queria pedir-te o favorzinho de clicares lá do ladinho para seres minha seguidora,tá? Se já és, agradeço-te muito por isso...

Beijinhos carinhosos....

VIVI - VENCENDO CADA DIA!!! disse...

Oie amiga,

Eu vi no blog da bol, dando a noticia dessa menina, mais não cheguei a ler.
Mais que triste a história dela, e espero que ela possa superar isso e lutar por ter um corpo saudável!!

beijinhos

Mi. disse...

Oii Flor!
Tem selinho pra vc la no meu blog!
Menina que historia triste é essa heim,Mas tenho certeza que ela vai conseguir vencer,e superar todas as barreiras!!
Bjkas querida tenha um otimo FDS

Akasha Taltos disse...

Q triste esta história. Mas ainda bem que ela terá apoio. Quando vou a casa da minha mãe também tenho problemas, pelas comidas maravilhosas e ao mesmo tempo a cobrança para comer pouco ou não comer certas coisas. Bem contraditório. Me esgota emocionalmente. Bjks

Dric@ disse...

É querida, precisamos dar atenção a histórias como essa e na mensagem que existe por trás.
Com certeza esta menina busca na comida as carências de vida e suas emoções precisam ser trabalhando.
Precisamos aproveitar e refletir pq comemos sem fome ou qdo nos sentimos cansadas, irritadas, chateadas e até mesmo felizes.
Cuidar da cabeça é o primeiro passo para não fracassar na caminhada pelo peso ideal.
Respondendo sua pergunta no meu blog: eliminei 30 quilos com reeducação alimentar e caminhada.
Não fui privada de nenhum alimento, aprendi a compensar os excessos e incluirde alimentos saudáveis em minha dieta diária e hoje virou rotina. Por exemplo, ontem comi pizza e hoje estou novamente com meu pão integral com queijo minas e geléia.
O equilíbrio foi a palavra chave, se precisar de ajuda mande um e-mail para mim pois encaminharei minha opção de cardápio para vc.
Conte sempre comigo, posso marcar 1 dia por semana para te ajudar por e-mail e incentivar na caminhada.
Bjkas e tenha um bom findi
quarentacomsessenta@gmail.com

Postar um comentário

Seu comentário é muito valioso para mim!
Juntas somos fortes!

Linkwithin

Postagens.